quinta-feira, 30 de abril de 2009


Reflexões:
Admiro o esforço de Kandisnky de dar a arte abstrata uma base teórica e poética, descordo de vários pontos e acho que ele foi infeliz, em expor tão abertamente o seu conceito sobre uma arte figurativa, acredito que toda forma de arte é valido e nunca ultrapassada.
Após ler o livro comecei a entender e admirar uma arte abstrata pela qual não me identifico muito, não um punhado de tinta jogados em uma tela, mas o fundamento, um pensamento em construir uma imagem abstrata, o estudo aprofundado de como o ponto é colocado, como a linha pode ser colocado sobre o plano, o efeito que sua quebra ou inclinação alcança, e as cores que se empregam melhor sobre essa linha e pontos que estão sobre o plano, isso causa uma harmonia aos olhos, isso é arte.

sexta-feira, 17 de abril de 2009





Reflexões
A Arte abstrata de uma maneira bem simplificada nunca antes dita:
Na arte abstrata, a figura não tem importância, e sim as cores que quero e que combinem, a posição e composição, a harmonia das cores, o emprego destas variações é que dão beleza a uma obra abstrata, quanto mais o artista for sensível, mais cores e abstrações ele alcançara. Sejam com raiva, com amor, com alegria ou tristeza, muitos artistas conseguem passar esses sentimentos seja em uma arte figurativa, cubista, surrealista, expressiva, etc.

sexta-feira, 3 de abril de 2009












A Arte surreal ou expressiva, estudos que pratiquei em tinta acrilica, óleo e aquarela, aqui no meu blog vou divulgar meu trabalho e minhas reflexões sobre Arte.