quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Morre Gentil do Oroconco...


...Luto...
...Florianópolis perde um grande musico, o único que manteve viva no Brasil a musicalidade do Orocongo.
“ Um instrumento raro, vindo da África, incorpora a musicalidade da Ilha de Santa Catarina e participa do Encontro com a Dança e a Músicas Brasileiras, (...)( Sesc Ipiranga, em São Paulo). Gentil Camilo Nascimento Filho, 58 anos, o Gentil do Orocongo(http://www1.an.com.br/1998/jul/25/0ane.htm)
Músico e mestre popular que canta músicas de sua história e de Florianópolis, como a ratoeira, o boi, a pesca, o terno de reis e a noite da cidade.
“ Gentil do Orocongo e Conjunto, de Santa Catarina. Gentil Camilo Nascimento Filho ficou conhecido pela sua dedicação como músico tocador do orocongo, um instrumento da cultura negra que veio para o Brasil na época da colonização, sendo único no Brasil a tocar este instrumento.”
Gentil viajou o brasil todo:
“ segue uma agenda de 10 concertos em Pernambuco, com apresentações no Sesc Ler Surubim, Sesc Caruaru, Sesc Ler Belo Jardim, Sesc Garanhuns, Sesc Arcoverde, Sesc Ler Buíque, Centro de Turismo e Lazer Sesc Triunfo, Sesc Ler Bodocó , Sesc Ler Araripina e Sesc Petrolina.
O orocongo é tocado com um arco de crina e o som é produzido por uma corda em vibração. A caixa de ressonância é uma cabaça revestida com couro. Assemelha-se ao berimbau e é também chamado, inclusive, de berimbau-de-barriga. Seu uso remonta ao antigo Egito e era utilizado para demonstrar a relação entre o comprimento de uma corda e a nota que ela produz, ensinando aos cantores noções de intervalos e tons. Uma característica marcante do orocongo é ser um instrumento onde as notas musicais não estão definidas fisicamente em semitons. O repertório de Gentil do Orocongo é baseado na tradição oral das músicas de roda, do Terno de Reis, o Cambucí, Décimas, Xote, Baião e músicas da cultura açoriana.”
Um personagem de nossa cidade que deixa saudades, sua musica fica gardada em meu coração
Eu tentei tocar com ele seu orocongo, as musicas do boi de mamão mais ele era imbatível, seu orocongo quase que fala, a musicalidade lhe fluía pelos dedos.

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Festival de Boi de norte a sul do Brasil



Em passagem pelo centro vi uma cena linda com pessoas mais lindas ainda, é o grupo de Bumba meu boi tratava-se do grupo Barrica – São Luis/MA, é o maior encotro de bois do Brasil, muito lindo, tem boi de Manaus/AM, João Pessoa/PB, Fortaleza/PB, Marajó/PA, e de governador Celso Ramos, e muitos bois de Florianópolis, infelismente o grupo que faço parte não participou, mas esta tudo muito lindo, vale apena ver.
A festa vai até sábado 14/11 com um encerramento com varias apresentações.


Me admirei com a vitalidade do saxofonista